domingo, 6 de abril de 2014

Club Bardot, o charme que custa caro



Outro dia fui conhecer um lugar dedicado para as "finas e fofas" (alô alô colunas sociais da minha pronvíncia) fazerem as unhas e esticar para um almocinho de "tititi" (ui, que brega).

O lugar é lindo, de muito bom gosto e cheio de frescurinhas que chamam a atenção. São panelinhas Le Creuset, caixinhas de madrepérola, poltronas multicoloridas, tudo em uma decoração harmoniosa.

Conheci o Club Bardot pelo instagram e as fotos me chamaram muito a atenção, então, como uma curiosa nata, fui ver de perto qualéra a jogada.

Para entrada pedimos Bombom de Queijo Prima Donna sobre leito de tomates pelados e molho pesto por R$ 38,00.

De início preciso explicar que minha amiga fina e fofa tem intolerância a alguns tipos de queijo, em especial os muito brancos. Já os queijos mais amarelinhos, como o Prima Donna, não causam nenhuma reação. Uma legítima fina e fofa, né não?

club bardot nail bar
Bombom de Queijo Prima Donna

Na primeira garfada o sinal de alerta piscou, pois não identificamos muito o gosto do queijo esperado e a consistência também não correspondia ao que conhecemos, já que o recheio estava bem mole e muito branco. 

Foi então que perguntamos do que era feito o recheio e descobrimos que é misturado com cream cheese para ficar no ponto adequado. Bom, a sensação que eu e minha amiga tivemos foi que predominava o cream cheese, e não conseguimos identificar o Prima Donna. 

Resultado: ela parou de comer por questões de saúde e tive que cumprir o árduo trabalho de terminar sozinha. De fato, a entrada estava gostosa, apesar de não ter sentido o gosto do queijo citado no cardápio. Mas como bem sabemos a diferença de preço de um Prima Donna para um cream cheese, não acho que valeu a pena o preço pago. Também acho que deveria constar no cardápio o nome do primo "pobre" do Prima Donna, não apenas para a descrição ser fiel à realidade, mas, sobretudo, para evitar que pessoas com certas intolerâncias a queijo branco não caiam no mesmo erro.

Mas continuemos.

Para beber, pedimos um cosmopolitan (vodka, suco de limão, licor e suco de cranberry) por R$ 19,00.

nail bar recife
Cosmopolitan

E um  Belinni BB (espumante, purê de pêssego e xarope de romã) por R$ 18,00.

nail bar recife
Belinni BB

Os drinks estavam muito bons, então passamos para os pratos principais.

Meu escolhido foi Filet em Crosta de Pistache e Prima Donna (óia ele de novo) acompanhado de arroz de amêndoas por R$ 56,00.


Quem vai negar que a apresentação do prato é supimpa? Um charme, né verdade? E ainda a panelinha veio na minha cor preferida. ♥  Own!

Mas sério pipou, também não acho que vale o preço cobrado. O arroz é simples, o pedacinho de filé achei pequeno. Não vi nada que justificasse o preço.  

Minha amiga escolheu a Salada de Quinoa com beterraba e camarões grelhados por R$ 36,00.

nail bar recife
Salada de Quinoa

Segundo a dona do prato, estava ok. Nada além.

Para finalizar, um cafezinho.


E finalmente, pedimos a, literalmente, dolorosa.


Caixinha de madrepérola para manter o charme. Ruim foi o que veio dentro.


Comida:
Custo/benefício:      
Atendimento: ♥ ♥
Ambientação:
 
Endereço: Dona Benvinda de Farias, 434, Boa Viagem

domingo, 30 de março de 2014

Villa Foria, pizza pro meu povo!




Essa moda que inventaram de comer com garfo e faca nem sempre me convenceu. Disseram que era a evolução da sociedade. Hoje em dia até para comer hambúrguer os restaurantes fornecem esses intermediários de metal. 

Mas finalmente, já há sinais de uma nova evolução do Homo Sapiens Sapiens: a volta da refeição com as mãos. Afinal o tempo passa, o mundo gira, o mundo é uma bola. 

Atenta à nova tendência, a pizzaria Villa Foria nem ousa em colocar os talheres na mesa, assim você pode se lambuzar tranquilamente comendo uma pizza com massa fina e crocante. Para amenizar o mela mela, em todas as mesas há luvinhas de plástico. 

O lugar é super, digamos, mimoso. Own.

Foto Reprodução da internet

Mas seguindo a orientação que uma imagem vale mais que mil palavras, pía só a pizza grande que pedimos: meia lombinho com catupiry e meia villa foria.

villa foria recife

Preços:
Lombinho com catupiry    -    média: 38,50     grande: 41,50
Villa Foria                        -    média: 32,50     grande: 35,50

E digo mais, tava boa, viu? 

Além dos sabores tradicionais, há opções com queijo brie e damasco, peperoni ao pesto, shimeji e shitake.

Em outra das mil vezes que fui, pedimos meia lombinho catupiry (é, adoro) e meia peperoni ao pesto, saca só:


Os sabores foram aprovadíssimo e deixam sempre o gostinho de quero mais.

Neste dia ainda teve a sobremesa que, pra variar, foi um petit gateau por R$ 14,50:


Ixi, gostei muito. Chocolate é amor e petit gateau mexe com meu coração. ♥ 


Comida:
Custo/benefício: ♥ ♥     
Atendimento: ♥ ♥
Ambientação:
 
Endereço: Rua das Graças, 239, Graças
 

quarta-feira, 26 de março de 2014

Casa do Mar, ô lá em casa



Quem acompanhou a inauguração do restaurante lembra da polêmica criada em torno do sashimi de lagosta viva. Controvérsias à parte, sempre morri de curiosidade de conhecer o tão comentado local e provar a iguaria chefe da casa.

A Casa do Mar fica atrás do empresarial JCPM, no pina, e faz mais o estilo de bar, e não de restaurante. O ambiente é simples e atrai mesmo quem vai lá procurando uma boa comida. 

Infelizmente, no dia que fui estava em falta a lagosta viva. Mas para quem ficou curioso em saber o preço, adianto que cada 500g do crustáceo custa R$ 63,80.

No cardápio há opções de espaguetes, risotos, vieiras, peixes, entre outras. Inicialmente meu escolhido foi o risoto de frutos do mar, mas depois que vi um prato de espaguete indo para a mesa alheia, tratei logo de modificar meu pedido e imitar. #olhogordo

casa do mar espaguete de frutos do mar
Espaguete de frutos do mar

Né pouco bom não, se amostra. Sabe aqueles lugares que contam cada unidade de camarão que vai pro prato e pirangam em tudo? Pronto, lá é diferente. A porção de frutos do mar era bem caprichada, sem falar no ponto da massa que era de deixar qualquer um ba-ban-do. O investimento foi de R$ 36,80.

Já a amiga buchuda foi no risoto de frutos do mar que também custou R$ 36,80.
Repara:

Risoto de frutos do mar

Para esse prato, a buchuda mandou dizer que valem todos os comentários que fiz sobre o espaguete e que seu bebê saiu feliz de lá.

Já  o terceiro prato não foi tão yummy yummy assim. Foi a Pescada Austral grelhada no gergelim por R$ 32,80.

Pescada austral grelhada no gergelim

Minha amiga não estava de dieta, por isso sentiu falta de um acompanhamento mais "bate entope" tipo purê ou arroz, sabe?

Como não tinha opção de sobremesa, o almoço acabou por aqui mesmo sem injeção de glicose.


Comida:
Custo/benefício: ♥ ♥     
Atendimento: ♥ ♥
Ambientação:
 
Endereço: Rua Comendador Moraes, 373, Pina

quinta-feira, 20 de março de 2014

A vida sem lactose





Para seguir essa vida de blogueira de gordices, tenho sempre ao meu lado companheiros de fé, irmãos camaradas, que desfrutam do mesmo prazer de consumir calorias e que sempre me acompanham no tour gastronômico pelo Recife afora. 

Uma dessas companheiras, a quem eu vou chamar aqui de Bolota, é daquelas pessoas que, assim como eu, ama todos os alimentos que fazem você ter que malhar pelo menos 3 horas para eliminar os pneuzinhos criados.

Mas Bolota passou a ter recentemente intolerância à lactose e ficou tristinha, bichinha. Esperta que só ela, começou a pesquisar e olhar os ingredientes de tudo que ela sempre gostou de comer para verificar se tinha ou não lactose. 

Foi então que ela me deu a ideia de fazer este post e me passou algumas dicas que podem fazer um intolerante feliz, assim como ela.

A lista abaixo não é apenas de alimentos criados especialmente para as pessoas que possuem a mesma intolerância de Bolota, mas também comidas que a gente nem imaginava ser zero lactose. 

1 - Chocolate Talento

zero lactose

Bolota é doida para comprar um chocolate desse, mas nunca viu nos supermercados que foi. Portanto, se alguém encontrar, ajuda minha amiga deixando um comentário aqui. 

2 - Chocooky


Este é fácil de encontrar em Recife e poucas pessoas sabem que não leva lactose em seus ingredientes.


Não sou muito fã desses brigadeirões, mas para quem gosta é uma mão na roda.


Desse petit gateau eu fui cobaia e Bolota ama. Basta misturar um leite sem lactose e manteiga que fica uma deli. A capa do bolo fica fininha e dentro bem cremoso. 


Bolota recomendou este leite, disse que era uma delícia e que parecia com o achocolatado da Nescau.


Segundo Bolota esse aqui é a descoberta do ano. Como ela disse e, principalmente, gesticulou, o cereal é TODO toooodoooo ToDooo de chocolate e tem apenas 73 kcal. Já roubei um de Bolota e aprovei também.

Está lançada a campanha "Ajude Bolota" e indique nos comentários um alimento sem lactose para fazer Bolota feliz.


terça-feira, 18 de março de 2014

Sociedade do Crepe, um oásis no meio do caos




Pode ir armando o coreto e preparando aquele feijão preto, Eu Tô Voltando, Eu Tô Voltando... 

E voltei com novidade que conheci recentemente em uma dessas minhas buscas para o blog. O local chama-se Sociedade do Crepe, um lugarzinho inspirado no Teatro Mágico e que atrai qualquer um que esteja disposto a engordar mais um pouquinho.

Após colocar o endereço no google, corri direto para lá e fui bater em uma paralela da Mascarenhas de Moraes, bem em frente à Faculdade Boa Viagem. 

O lugar parece um oasis no meio do caos do engarrafamento e do barulho das buzinas, o que o torna ainda mais atrativo para uma pausa na correria do dia a dia. 

Carreguei uma amiga para ser cobaia junto comigo e após analisar todo o cardápio pelo tablet (o que ajuda muito na árdua missão de escolher o alimento mais recomendado para o tamanho da sua fome) pedimos de imediato uns Nachos (nachos de crepe acompanhado de cheddar, carne moída e passata de tomate) por R$ 14,90.

recife creperia
Nachos

Adorei a pedida! Os nachos estavam super crocantes, a carne moída era com molho barbecue (adoro!), mas não me perguntem o que danado é passata de tomate porque também não sei. O preço foi bem justo.

Após colocar em dia um terço das novidades acumuladas, resolvemos dividir um crepe e pedir algo líquido para beber.

As opções de shakes são tentadoras, cada uma mais atraente que a outra, então terminei ficando em dúvida entre o Frapuccino e o Abracadabra. Mas todo o charme e descrição deste último me fez escolhê-lo.

Abracadabra é servido em uma taça coberta de Nutella com shake de sorvete de chocolate com café. É coisa de Deus que $ 17,90 dilmas pagam. 

crepe em recife
Abracadabra

Pode enxugar a baba. Pronto? Pía pra ver como eu deixei:

recife crepe 


Não deixei nem um golinho pro santo, ouvi dizer que era pecado. 

Minha amiga pediu o Castanhola (shake de creme com castanha juntamente com taça coberta de Nutella e castanha) por R$ 17,90.

Castanhola

Segundo ela, tava uma delícia. Confio.

Já o crepe que dividimos não fez tanto sucesso assim.

Escolhemos o Camarão D'água (camarão ao curry, catupiry e tomates marinados) por R$ 22,90. Eis a minha meação:

creperia recife
Camarão D'água

O tamanho era bem generoso, mas o sabor não conquistou. A massa, diferentemente da massa dos Nachos, era muito mole. O comentário da minha amiga foi que parecia "crua". Quén quén quén...

Mas o que importa é o que vale. E tá aí mais um local desbravado por esta faminta. 



Comida:
Custo/benefício: ♥ ♥     
Atendimento: ♥ ♥
Ambientação:
 
Endereço: Rua Jean Emile Favre, 559, Imbiribeira

domingo, 1 de dezembro de 2013

Tapa de Cuadril, a parrilla argentina em Recife



Saladinha, folhinha, tomatezinho, é tudo muito bonitinho, mas o que eu gosto mesmo é de comer carne. Isso sim dá sustância. Nada contra os vegetarianos e os naturebas de plantão, mas um tipo de comida que me faz enfrentar o trânsito da zona norte no sentido zona sul no meio da semana é o tal do churrasco. 

Não se trata de nenhum rodízio, o escolhido da vez foi o Tapa de Cuadril. Já tinha ouvido falar muito de lá, mas nunca havia ido, então juntei literalmente a fome com a vontade de comer e fui matar minha curiosidade.

Como entrada pedimos Linguiças Especiais do Parrilero (seleção do chef) por R$ 32,90.

tapa de cuadril seleção de linguiças
Linguiças Especiais do Parrilero

Acompanhada de um molho de mostarda, ficou bem interessante como abre alas. Confesso que não era nada de excepcional, mas estava boa.

Também pedimos o trio de Empanadas com molho chimichurri. 


As empanadas fizeram mais sucesso do que a seleção de linguiças, pena que só vieram três! Mas valeu super a pena.

No decorrer da noite, como éramos três, resolvemos pedir dois tipos de carne.
Rapidamente chegamos ao consenso de pedir o Filé Montecarlo (filé coberto com queijo Prima Donna Maçaricado) por R$ 69,90, além da Tapa de Cuadril (corte alto da picanha argentina) por R$ 54,00.

Cada carne deu direito a um acompanhamento, então decidimos pelas batatas aos murros e o arroz de brócolis.


Em disparado, o Filé Montecarlo foi eleito o melhor da noite. A porção generosa de Prima Donna fez toda a diferença, mas o filé também estava bem macio. 

Infelizmente não consegui tirar foto da porção inteira das carnes, mas posso garantir que foram grandes.

Não satisfeitos, pedimos três sobremesas, na verdade foram quatro, porque se é para engordar durante a semana, tem que ser valendo.

Primeiro foi o Petit Buenos Aires (petit gateau de chocolate com sorvete de frutas do bosque) por R$ 19,90.
Estava tão bom que nem tirei foto, fico devendo essa!

Pedimos também o Alfajor Cremoso (creme de doce de leite, farofa de biscoito ao rum e raspas de chocolate belga) por R$ 21,90.



Todos nós achamos muito enjoativo, então resolvemos pedir duas bolas de sorvete de creme para quebrar um pouco o doce. 

E ainda teve o Waffle Belga à Tapa de Cuadril (waffle asado com calda flambada de frutas vermelhas e sorvete de creme) por R$ 16,90.


Uma atração à parte é ver o garçom flambar a calda na mesa, fica bem interessante. Mas por conta de ser flambada, achei a calda com muito gosto de álcool. Por isso não curti muito.

No fim das contas, a única sobremesa que gostei foi o petit gateau, para variar.

No dia que fui, o restaurante estava literalmente vazio, só mais tarde da noite que chegou mais algumas pessoas para ocupar uma mesa. Tudo bem que era uma quarta-feira, mas achei super estranho um local tão grande estar tão vazio. Em compensação o atendimento foi nota dez.

Para quem gosta de uma boa carne e não curte muito rodízio, achei o Tapa de Cuadril uma boa opção e vai para minha listinha de restaurantes queridinhos.


Comida:
Custo/benefício: ♥    
Atendimento: ♥ ♥
Ambientação:
 
Endereço: Av. Conselheiro Aguiar, 1089, Boa Viagem.

quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Buongustaio, para aqueles que apreciam comer





Há quem diga que tudo em Recife é de moda. Quando esta muda, os locais antigos caem no esquecimento e em seu lugar surgem novos points do momento. É, mas nem tudo na vida passa, exatamente como ensina aquela velha música. 

Talvez os lugares que desaparecem com um piscar de olhos sejam aqueles que não conseguem manter por muito tempo um serviço de qualidade, comida de excelência e preço justo. Esses aí, meu caro, fazem um bem danado à população quando deixam de existir. 

Em compensação, existem aqueles que não saem nunca da lembrança do recifense, vai e volta e há sempre um lugar cativo na nossa memória gustativa. 

Para mim, um bom exemplo é o Buongustaio. O "novo" local está lindo, imponente, bem phyno, sabe? Infelizmente é impossível encontrar lugar para estacionar, mas tem sempre manobrista disponível pela quantia equivalente a dez 'zona azul'. 

A fome, a minha eterna e fiel companheira, já estava reclamando há horas e por isso pedimos logo o couvert do restaurante.

couvert buongustaio

Não me recordo exatamente o preço (falha minha), mas era em torno de 30 reais. Achei super bem servido e o sabor nota 10. Vinha patê de fígado (odeio fígado, mas essa pasta estava uma deli), de tomate seco, queijo, pastelzinho folhado (foi o que menos gostei), etc. 

Enquanto ainda estávamos provando pela milésima vez cada sabor para decidir qual o melhor, os pratos chegaram.

O meu, o mais bonito dos quatro pratos (juro que não sou convencida), foi o Filé do Chef (Filé alto grelhado com molho escuro de suco de carnes e redução de vinho do porto e Ramon, acompanhado de risoto especial com açafrão e queijo gruyere, vinho branco e creme de leite fresco) por R$ 55,00. 

buongustaio filé do chef
Filé do Chef

Como diriam alguns: "esse prato é boca de confusão". Traduzindo: Estava delicioso, muito bom, yummy yummy. Bem que eu queria um desse neste exato momento em que minha barriga grita enquanto escrevo.

Outro prato pedido na mesa foi o Arrostino alla Piemontese (medalhão de filé ladeado com bacon, puxado na manteiga e flambado no brandy. Acompanha risoto com champignon italiano, vinho branco seco e queijo tipo Grana Padano) por R$ 45,00.

cardápio buongustaio
Arrostino alla Piemontese

Graças à localização geográfica e ao meu enxerimento, este prato foi alvo da minha garfada intrusa. Por isso pude atestar que, apesar da aparência ser singela, o sabor é extraordinário. 

Só fiquei em dúvida se esse único medalhão não seria pequeno para servir um homem com fome de verdade.

Os outros dois pratos não tive o prazer de experimentar (meu enxerimento tem limite) mas disseram que estavam muito bons. 

Um foi o Scaloppine Mac Dermot (Escalopes de mignon puxados na manteiga cobertos com creme de queijo roquefort. Acompanha massa caseira com molho roti, champignon e vinho marsala) por R$ 45,00.

filé buongustaio novo
Scaloppine Mac Dermot

Este estava mais bem servido que o medalhão de filé com o risoto piemontese de cima. Quem comeu disse que estava um delícia. Eu confio. 

O último dos moicanos é o Filettino Buongustaio (medalhão de filé coberto com queijo camembert. O molho é vinho tinto seco, mostarda escura alemã e gergelim torrado. Acompanha massa caseira) por R$ 46,00.

Filettino Buongustaio

Achei a apresentação do prato bem amadora e não curto muito esse negócio de espaguete seco sem molho. Tudo bem que tem esse molho espalhado pelo prato, mas não curti. Já quem degustou achou ótimo, então ficou tudo certo.

 Para finalizar com chave de diamantes pedimos o petit gateau, ops, o zucotto de chocolate chamado Desiderio (dispensa descrição) por R$ 19,90.


Esse petit gateau e o da gelateria parmalat são, de acordo com minha vasta experiência no assunto, os melhores sem sombra de dúvidas. Esse pedaço de caramelo é ótimo para quebrar, misturar ao bolo e fazer o barulhinho do croc croc. 

Depois dessa leve e light ceia noturna é hora de pedir a conta e dizer até breve.


Comida:
Custo/benefício:    
Atendimento: ♥ ♥
Ambientação:
 
Endereço: Av. Conselheiro Aguiar (em frente ao Hotel Manibu).